quarta-feira, 2 de abril de 2008

Marinho Pinto acertou

Este espaço já foi utilizado várias vezes para tecer duras críticas ao bastonário da Ordem dos Advogados. No entanto, a crítica não pode ser cega, e o facto de não se gostar de uma certa pessoa não pode levar a que se ignorem as coisas certas que ela faz.

No caso de Marinho Pinto, nos dois últimos dias disse duas coisas muito acertadas. Em primeiro lugar, chamou a atenção para o facto de Mário Machado ser um preso político, coisa que é verdade e que poucos têm tido coragem de dizer.

Depois, já no dia de ontem, criticou o absolutismo dos juízes que agem como se estivessem dotados de um poder real.

São observações bastante acertadas.

Mário Machado, preso há mais de um ano, só está preso por motivos políticos. As armas que foram apreendidas estavam legais, e acabaram por colocá-lo em prisão preventiva por discriminação racial, sendo esta a melhor maneira de prender alguém por exercer a liberdade de expressão que, supostamente, é um apanágio da democracia.

O poder quase "real" dos juízes relaciona-se intimamente com esta detenção. Mário Machado está hoje preso porque os juízes querem, podem, e prendem. Sem que ninguém os responsabilize por isso.

Deus queira que Marinho Pinto se empenhe tanto em fazer barulho por estas duas causas como o fez aquando da sua eleição para Bastonário, com declarações que já foram aqui analisadas.

1 comentário:

Maria Marques disse...

PR, não se esqueça de responder ao desafio que lhe fiz no Farmácia.